Uma boa gestão financeira para clínica médica é tão importante quando cuidar da saúde dos pacientes, pois é através dela que ocorre o funcionamento saudável e correto da empresa.

Quando a gestão financeira para médico não é levada a sério, a sua clínica pode sofrer problemas financeiros e isso afeta diretamente a longevidade da mesma.

Sabendo disso, vamos aprender o que é essa gestão, os principais erros e as melhores dicas de gestão financeira. Vamos lá?

O que é a gestão financeira para clínica médica?

A gestão financeira, para as clínicas médicas quanto para outras empresas.

Consiste em alguns procedimentos e ações que tem o intuito de melhorar os resultados financeiros e econômicos.

Também se aplica a sua vida e em algum momento você deve ter dito contato com ela.

Para entender melhor, veja o exemplo:

Quando você recebe dinheiro no começo do mês e faz a avaliação de como esse valor será utilizado, essa é uma prática de controle financeiro.

Ficou mais fácil entender do que se trata a gestão financeira para médico agora, não é mesmo?

Toda a parte de controlar e cortar os gastos, analisar os custos fixos e o planejamento das ações financeiras, fazem parte de uma gestão financeira para clínica médica.

A importância da gestão financeira para clínica médica

O sucesso da sua clínica médica depende da gestão financeira, pois através dela é possível analisar os resultados e planejar as ações que irão promover melhorias.

Além disso, é responsável pelo controle de caixa, recebendo e fazendo pagamentos dentro dos prazos.

Ao fazer todo esse controle e organização de gastos fica mais fácil investir na sua clínica médica, comprando nova mobília e equipamentos médicos, por exemplo.

Assim você controla gastos para que consiga investir mais ainda no seu negócio.

E quanto mais você investe na sua clínica, mais os pacientes se sentirão confortáveis, seguros e acolhidos, o que ajuda no seu crescimento.

Isso por si só mostra a importância de uma gestão financeira para clínica médica, pois é ela que move toda a estrutura da empresa.

Não importa o porte da sua clínica, com a gestão financeira fica muito mais fácil ganhar espaço no mercado e a confiança dos clientes.

Principais erros de uma gestão financeira para clínica médica

É fundamental tomar alguns cuidados com a gestão financeira para médicos, por isso separamos os principais erros, assim fica mais fácil evitá-los.

Não usar a tecnologia

Com o avanço da tecnologia é um erro não usar os softwares disponíveis no mercado.

Ao tentar fazer o trabalho de maneira manual é desperdiçado tempo e a análise da gestão fica mais complicada, ainda mais com tantos números.

Contar com sistemas digitais facilita o acesso e torna o trabalho bem mais ágil e, por vezes, automático.

Não separar as contas pessoais das contas da clínica

Esse é um erro gravíssimo da gestão financeira para clínica médica, não separar as contas pessoais das contas da clínica.

Inclusive, essa é uma atitude bem comum entre os profissionais que não possuem o auxílio de contadores.

Ao fazer essa mistura pessoal com o trabalho a saúde financeira da sua clínica pode ser prejudicada e o descontrole do dinheiro fica mais fácil de acontecer.

Não fazer o registro das movimentações

O descontrole financeiro é um problema real em qualquer negócio e com as clínicas médicas não seria diferente.

Quando não se tem o costume de registrar as movimentações é mais fácil perder a noção do que entra e sai.

Muitas vezes, inclusive, o dono da clínica só percebe esse erro quando o caixa do seu negócio estar em vermelho.

Por isso, é necessário fazer o acompanhamento de gastos, assim é possível viabilizar a redução de custos, por exemplo.

Dicas de gestão financeira para clínica médica

Para lhe ajudar na gestão financeira para médicos separamos algumas dicas valiosas.

Use a tecnologia ao seu favor

A tecnologia é capaz de aumentar a produtividade da sua equipe, automatizando procedimentos complicados.

Para fazer a gestão financeira do seu negócio o ideal é que você conte com um software, pois assim fica mais fácil e ágil acessar as informações.

Realize o fluxo de caixa

O profissional que ficar responsável pela gestão financeira deve estar atento a todas as movimentações do seu negócio, por menores que sejam.

Esse controle de fluxo de caixa pode ser realizado através de uma planilha no Excel ou por um software.

O importante é que todas as anotações referentes as finanças do seu negócio devem ser registradas.

Diferencie as contas de pagar e as de receber

Essa atitude simples faz uma diferença muito grande para a gestão financeira para médico.

Isso porque, você conseguirá enxergar, de maneira mais clara, tudo que entra e saí da clínica.

Logo é recomendado que exista uma planilha de controle para as contas de pagar e as de receber.

Isso evitar atrasos em contas que geram juros, por vezes exorbitantes e que acabam tornando-se uma bola de neve.

Faça planejamento

Para uma boa gestão para clínica médica você precisa fazer um planejamento o mais “pé no chão” possível.

Estabeleça finanças reais, assim é possível fazer previsões concretas de gastos.

Esse planejamento permite que você consiga perceber o crescimento da empresa quando for analisar os números depois de algum tempo.

Conte com ajuda especializada

Contratar uma assessoria de uma empresa de contabilidade facilita bastante a gestão financeira para médico.

Com profissionais especializados fica mais difícil acontecer erros, pois eles dedicaram tempo de estudo para aquilo, assim como o médico na sua área de atuação.

Ter a ajuda de um contador traz mais segurança e agilidade para qualquer negócio.

No entanto, é sempre recomendado que uma vez ao mês você analise os resultados juntamente com o profissional contratado.

Planejamento para sua Clínica

Valorizamos sua privacidade e nunca lhe enviaremos spam