Como evitar ações trabalhistas

A cada ano que se passa aumentam mais e mais as ações contra as empresas, tanto de pequena, média ou grande porte.

Devido ao número de funcionários e também a erros que as próprias empresas deixam passar, umas por querer ganhar em cima do funcionário, outras por não estarem por dentro da lei.

Por isso, muitas empresas não sabem como evitar ações trabalhistas.

Pensando nisso, resolvemos criar o post de hoje de como evitar ações trabalhistas.

Quer saber mais? Confira mais detalhes abaixo!

E como evitar ações trabalhistas entre patrões e funcionários?

Ambos devem estar cientes que devem cumprir com suas obrigações.

A empresa tem a obrigação de cumprir com seus deveres jurídicos, tais como: pagar FGTS, férias em dia, hora extra, ou se for acordado com o sindicato, fazer o funcionário tirar folga com as horas que tem sobrando, pagar 13º salário, Previdência Social, licença maternidade e paternidade, quando houver.

Mas também é dever do funcionário cumprir com suas obrigações como trabalhador.

Trabalhar dentro de sua jornada de trabalho, não faltar e usar atestado falso, alegando doença sem existir, não usar seu horário de trabalho para assuntos pessoais sem autorização, não usar internet e telefone para uso pessoal.

Muito se fala hoje em dia em processo contra as empresas, aliás, os fóruns trabalhistas estão lotados.

Advogados ganhando dinheiro e mais dinheiro em cima de seus clientes que acabaram de ser mandados embora da empresa, alegando isso e aquilo, pedindo muita coisa que nem os próprios clientes entendem.

A melhor maneira de como evitar ações trabalhistas

Mas a melhor forma evitar ações trabalhistas, tanto por parte das empresas como também dos funcionários evitarem toda essa dor de cabeça é no momento do contrato ter tudo especificado, esclarecido, rubricado.

Qualquer mudança que seja feita, esteja ali, anotado para evitar essas ações trabalhistas. Que isso possa ter em murais, atas, ofícios, memorandos, mas se a empresa cumprir com o que a lei manda e pede, dificilmente irá se incomodar principalmente se tiver tudo anotado.

Uma empresa precavida e correta anota e guarda todos os seus registros para que nada seja usado contra ela no futuro.

Óbvio que existem as empresas que não estão nem um pouco preocupadas com os seus funcionários, seria o tipo de empresa que prefere lucrar em cima deles, pois sabe que vale mais a pena o funcionário entrar na justiça, sabendo que isso vai demorar e, enquanto isso a empresa ganha tempo e dinheiro e até o processo sair, já valeu a pena pagar qualquer multa que seja.

 

 

Existem empresas que para elas, funcionários são meros coadjuvantes que estão ali para serem mandados e fazer o que devem ser feito.

Daí vem os processos por assédio moral, muitas mulheres até sofrem com o assédio sexual, verbal.

Como muitos precisam do emprego, porque hoje em dia estar trabalhando é como se fosse um artigo de luxo, devido à crise que se tornou, acabam se submetendo ao esculacho, humilhações, perseguições e transtornos.

Não é à toa que muitas empresas estão com um índice bem alto de funcionários com problemas de saúdes, psicológicos.

Muitos até afastados do trabalho por pressão psicológica, medo, síndromes causadas por patrões que submetem funcionários a cargos de humilhação, mesmo não sendo a sua tarefa.

Para evitar ações trabalhistas bastaria cada um fazer a sua parte.

A empresa pagar e arcar com o que a lei ordena e, o funcionário tem de direito, anotando e registrando todos os benefícios e ônus também, para que possa ser usado a seu favor. E o funcionário fazer o mesmo.

Cumprir com sua jornada de trabalho, fazer o que lhe foi proposto dentro do contrato, saber o que pode e o que não pode fazer dentro da empresa para que não queira buscar fora depois àquilo que não lhe era de direito.

Muitas empresas usam o termo que estão oferecendo trabalho para os funcionários, aí já pode haver um equívoco, pois quem oferece o trabalho, quem dá o trabalho é o funcionário, por isso ele recebe o salário como pagamento.

Se cada um fizer e cumprir direitinho a sua parte, evitaríamos cada vez mais ações trabalhistas, que muitas vezes são resolvidas dentro da própria empresa.

Solicite uma análise para seu negócio

Não enviamos spam